29 de junho de 2016

Vamos colocar a mesa?

Quantas vezes quando era criança você não ouviu sua mãe falar “fulano, coloque a mesa!”…. Eu ouvi isso minha infância inteira, e quem imaginaria que um dia essa seria a minha atividade favorita?

Foi pensando nisso, e no significado de “colocar a mesa” que hoje vou falar mais que de decoração, mas do que está por traz de tudo isso: os laços familiares que criamos ao sentarmos todos à mesa.IMG_6448 copyPara uma criança, colocar a mesa significa simplesmente parar de brincar e fazer uma atividade chata cotidiana. Mas o que as pessoas não sabem ou não percebem, e que infelizmente não passam para seus filhos é o que está por traz de uma refeição com toda família à mesa.

Da mesma forma que sua casa não é só uma casa, é o lugar onde você se recompõe, onde busca energia e descanso, onde encontra quem ama, confia e tem laços fortes de família, a mesa é onde todos se reúnem e onde esses laços são formados e reafirmados a cada dia.

Por esse prisma, da mesma forma que você cuida para sua casa ser aconchegante e acolhedora, a mesa merece atenção e preocupação. Afinal de contas, é na mesa que a família riem, sabem do dia a dia de cada um, das novidades no trabalho ou na escola, onde são reforçados nossos valores, onde são combinados viagens de férias ou o fim de semana, discutida a festa de 15 anos da filha ou de 80 do avô….. ou seja, é à mesa que se constroem o relacionamento entre família e os verdadeiros vínculos.

E também não é a toa que quando queremos convidar um amigo para nossa casa, apresentar o namorado para a família, receber uma pessoa importante…. convidamos para um almoço ou jantar.

A mesa é quase um santuário, um lugar sagrado, e desde os primórdios da humanidade se tem relatos de fatos importantes à mesa, e assim formou-se a nossa sociedade: em volta da mesa. Moisés recebeu a ordem divina de construir a mesa dos pães da presença, os egípcios já construíam mesas com o intuito de não deixar as comidas no chão, Jesus reuniu seus fiéis amigos na Santa Ceia, e assim se vão inúmeros exemplos….JosiGiordano-542Infelizmente somos pegos pela correria do dia a dia e muitas vezes não damos importância às refeições, limitando-nos a sentar na frente da TV ou tomar o café em pé na cozinha, olhando para o relógio…. E se a mesa é o que faz as pessoas se unirem, o tempo vira um vilão e as distancia quando priorizamos nossas mil atividades em detrimento de um simples café da manhã com a família.

O lar vai se fragmentando e os laços aos poucos se apagando, com as pessoas indo em direções opostas, focadas em seus próprios afazeres, consumidos pelo trabalho, pelas metas, pelas demandas do chefe, pela demora do trânsito que o faz sair cada vez mais cedo e chegar cada vez mais tarde….. E aí passam-se meses… E você se lembra qual foi a última refeição em família que fez? Sem televisão, sem pressa, beeeeem italiana…. sem hora para acabar, simplesmente degustando as comidas e se divertindo com uma boa conversa?
Muitas vezes temos esses prazeres com os amigos, com as pessoas do trabalho em jantares de negócio…. mas nada substitui uma refeição simples junto da família. As peças de um quebra-cabeça só tem valor quando juntas, e assim é a família. Só enxergamos nosso verdadeiro valor e encontramos nossa força, quando juntos.
IMG_5918ASe nossa casa é onde construirmos nosso porto seguro, nossa força, nosso caráter, nossos valores, é na mesa que nos conectamos com todos para sustentar isso tudo. E agora vou dizer… não há família sem refeições frequentes à mesa!

Hoje entendo que minha paixão por Receber Bem, é mais que a simples decoração (que amo), mas construir um cenário acolhedor onde todos se sintam bem vindos e tenham prazer em sentar-se a mesa, sem hora para ir embora.

Na verdade, é quase com segundas intenções (Rssssss….). E quando me lembro dos almoços aos domingos na casa do meu avô, a feijoada, o bolinho de batata da minha avó, o enorme pacote de chocolate a tarde compartilhado entre os netos, as caixas de engradados de refrigerante encostados no fundo da garagem, aquela mesa enoooooorme feita especialmente em madeira maciça para que coubesse toda a família….. Hoje eu entendo o que ele realmente queria fazer. Ele proporcionava muito mais que almoços, ele construiu uma família de verdade, ao redor da mesa, com laços fortes criados por décadas de convivência. E hoje, aconteça o que acontecer, temos referências fortes de família, que são nosso porto seguro. Mesmo sem falar com a mesma constância com os 9 primos, hoje casados e com suas famílias, quando nos encontramos ou damos um telefonema é muito forte o que temos entre nós.IMG_9186E hoje vejo a mesma preocupação na minha sogra, que se desdobra em vinte para garantir nossos almoços aos sábados. Dizem que escolhemos para nos casar uma familia que se assemelha as nossas, e devemos fazer isso instintivamente. E da mesma forma é na mesa que discutimos as questões de família, viagens, política, trabalho, no meio do falatório de uma perfeita família com raízes italiana….. quem vê de fora pode não entender nada, mas é ali que estamos reforçando a cada dia nossos vínculos. Até nas discussões, desentendimentos, nos diferentes pontos de vista… é assim que formamos nosso caráter e valores.

E assim, nos tornamos os valores que temos. Essa é a verdadeira pessoa, em sua essência, com sua história de vida, seja ela qual for.

Há estudos que dizem que famílias que dedicam tempo para fazerem as refeições juntos se saem melhor em todas as áreas: corpo, mente, alma e espírito.

Fica aqui uma reflexão: Você anda tão ocupado(a) a ponto de não ter tempo mais de sentar-se a mesa com sua família?

Então segue minha dica: Abra seu armário, pegue as peças mais bonitas – aquelas guardadas para as visitas – chame seu filho para te ajudar a colocar a mesa e convide todos para uma deliciosa refeição em família. E faça isso com regularidade, até virar um hábito de forma que as pessoas passem a sentir falta se não tem. Pode ser o café da manhã se os horários a noite não batem. Pode ser o jantar de sexta como fazem sabiamente os judeus no shabat, ou o almoço no sábado ou no domingo.
Escolha uma refeição e faça dela o santuário da sua família.

Não importa a simplicidade do cardápio ou das louças. É a atitude e o hábito que farão a diferença na sua família. E o que você faz hoje, refletirá na vida dos seus filhos, o resto do vida deles!

Espero que tenham gostado e se inspirem a fazer as refeições em família, em uma mesa linda de viver!

Patricia Junqueira

** Esse texto é um dos muitos que irei escrever para te inspirar a compartilhar felicidade à mesa, inspirado no livro “A experiência da Mesa” que ganhei de uma pessoa muito especial!

 

 

 


Itens Relacionados

28 de janeiro de 2014
Nossas dicas para o Dia das Mães!

Conte para a gente, quantas vezes você já ouviu da sua mãe “Coloque a mesa que o almoço será servido!!!!” Ehhhh, … Continue lendo Nossas dicas para o Dia das Mães!

28 de janeiro de 2014
Dia das Mães – Em tons de bege

Sua mãe é classica? Formal? Que tal uma decoração chique e sóbrea para esbanjar bom gosto? Preparamos especialmente para você essa … Continue lendo Dia das Mães – Em tons de bege

28 de janeiro de 2014
Dourado para o Dia das Mães

Almoço de Dia das Mães inspira elegância, carinho, riqueza de detalhes e pratos deliciosos! Afinal de contas, é assim que nós … Continue lendo Dourado para o Dia das Mães