31 de dezembro de 2016

O que levar à mesa para 2017

patricia-junqueira-1461-1024x682

 

Mais um ano se encerra, e aqui no jardim da casa no RJ em que estou, penso que na verdade o que encerra é um ciclo em nossas vidas… Isso me inspirou a escrever esse Post e compartilhar com vocês as últimas horas desse ano que já se vai…..

 

 

Agora mãe de um menino de 2 anos aprendi que tenho que explicar a ele as coisas menores e mais simples da vida ou de como funciona a vida… e me peguei explicando o que era o ano novo….. E afinal, o que é o ano novo??????

 

 

Na minha simples explicação para uma criança, o ano novo é o início de tudo (de novo). Mais uma páscoa, mais um aniversário, mais um dia das crianças, mais um natal….. mas na verdade é MUITO mais que isso, é MAIS uma oportunidade de fazermos tudo melhor e diferente.

 

 

O início de um novo ciclo, de uma página em branco, onde podemos fazer tudo melhor e diferente, eu diria, subir uma oitava.

 

 

Por isso minha recomendação não é fazer promessas – que acabam não sendo cumpridas – ou estipular metas – que ficam esquecidas – mas conectar-se com a essência da vida para sermos capazes de realmente fazer tudo melhor.

 

 

2016 não foi um ano fácil para ninguém, para mim também não foi. Como disse Au Sonsin em seu lindo Post “Tivemos que tirar sorrisos de dias tristes e encontrar oportunidades ao virar a esquina (pois já não tinhamos outra opção)… Apanhamos daquilo que nem sabíamos o que era…”. Para mim essa foi a melhor definição de 2016.

 

 

Na última semana ainda perdemos a Princesa Leia, que para a minha geração foi o símbolo da mulher com personalidade, forte, justa e guerreira, dona de uma beleza feminina indiscutível, que nunca se deixou seduzir por sua sombra.

 

 

Parece que 2016 vai nos desafiar até o último dia…. e por falar em último dia, aqui em casa pela manhã estourou uma janela de vidro de 1,5 mt quando a estávamos fechando para sair…. Por Deus! Que todas as energias má qualificadas sejam levadas com o barulho que fez (e o susto que tomamos) para iniciarmos um ano melhor.

 

 

Mas foi um ano que encerro com muita gratidão por todo aprendizado e todas as dificuldades que estão me fazendo uma pessoa mais forte e mais consciente. Sim, pois as dificuldades te obrigam a olhar para a sua vida e para você de forma fria e verdadeira, sem máscaras, e assim tomar consciência do que realmente te aprisiona e impede de realizar seus objetivos.

 

 

Eu faço isso através da meditação que aprendi e sigo diariamente, mas confesso que são as dificuldade que me fazem sentar, meditar e encarar o que precisa ser mudado. Ainda que doa, ainda que vaze um rio de lágrimas a cada máscara que cai.

 

 

Por isso sou grata a 2016. Grata pela viagem que fiz ao Reino Unido em busca de melhorar minha vida como um todo (viagens da consciência). Grata pelo meu marido que me apoia incondicionalmente, mesmo nos meus momentos mais chatos (e não são poucos! Rssssss). Grata pela saúde, pela família, pelo meu filho, por cada leitor, leitora e cliente que me segue, me escreve e está comigo de alguma forma, também me ajudando a fazer um trabalho cada vez melhor. Pelos parceiros e fornecedores que acreditam genuinamente no meu trabalho e me apoiam incondicionalmente. Grata pelos meus amigos que me ajudam e me incentivam a cada dia.

 

 

 

E agora, com a cabeça fria (rsssss), consigo ser grata até por aqueles que de alguma forma atrapalharam meu caminho, pois isso me fez enxergar outra saída e me reinventar. Grata pelas coisas que não vieram, ou não vieram da forma que eu imaginava, pelas coisas que perdi, pois essas ausências me fizeram amadurecer (e muito).

 

 

Encerro 2016 como um ano de plantio. De muito trabalho, de muito foco, de um esforço enorme em busca do caminho certo, de consciência e de criar uma nova estrutura que me permitirá ter uma vida melhor. Sim, pois a dificuldade é boa para crescermos, mas não precisa ficar muito nela não……. Já veio, agradeço, mas já pode ir…..

 

 

Mas então…. O que levar para 2017?

 

 

Minha mesa de hoje será um pouco diferente para “Receber Bem 2017”. Hoje vou levar a leveza, o sorriso, e a certeza de uma boa colheita. O desejo de um ano com tempo para a família, para as risadas com os amigos, tempo para viagens, passeios de mãos dadas na praça… Tempo para um cinema, para fazer um bolo e encher a casa com aquele cheiro irresistível.
Tempo para ver a pipoca estourar e a chuva cair.

 

 

Vou levar a certeza de um ano muito melhor, pois merecemos. Um ano em que teremos tudo que precisamos, por estarmos conectados com a essência da vida que nos provê o necessário.

 

 

Um ano em que a consciência se espalhe pelo mundo, abrace os líderes desse planeta e os permita olhar com o coração toda a nação.

 

 

Que haja fartura nas mesas de todos os lares. Que haja saúde em todas as casas e amor nos corações.

 

 

 

Na minha mesa hoje vou colocar felicidade. 

 

 

E que assim seja para todos por todo 2017.

 

 

 

 

Feliz 2017!

 

 

 


Itens Relacionados

29 de novembro de 2014
Receber no Fim de Ano

O Fim de Ano está chegando, não dá para negar!nE agora é a melhor hora para você pensar em tudo que … Continue lendo Receber no Fim de Ano

29 de novembro de 2014
Festa de Fim de Ano na Praia

As festas de fim de ano são uma delícia, e quando conseguimos unir a isso uma deliciosa viagem fica ainda melhornSe … Continue lendo Festa de Fim de Ano na Praia

29 de novembro de 2014
Mesas para Ceia de Natal

A Mesa da Ceia de Natal é sem dúvida a estrela da noite e precisa ser composta com elegância e sofisticação!nnAqui … Continue lendo Mesas para Ceia de Natal